quinta-feira, 3 de setembro de 2009

como nos filmes

Desde pequena eu sempre acreditei que sonhos se realizaram, que os meus amigos estariam pra sempre juntos comigo, como nos filmes. Acontece que a vida não é um filme. Acontece também que eu quero leva-la como se fosse. É como a musica do capital inicial que diz “ nem tudo é como você quer, nem tudo pode ser perfeito, pode ser fácil se você ver o mundo de outro jeito...” . Realmente pode ser muuuuuuiito mais fácil se eu ver o mundo com outros olhos. Olhos de quem vive num filme café -com- leite onde tudo é fácil e feliz. Por que não ver o mundo assim? Poxa nem é tão difícil.

É só encarar todos esses problemas ( que por mais que eu não demonstre, eu sei que existem, e MUITOS) como uma cena que precisa ser refeita com paciência e habilidade.
Pra mim o que importa é saber ver o lado bom das coisas. Porque no final das contas tudo acaba nele, no melhor lado da coisa. E é disso que eu gosto. Eu procuro mesmo o lado bom das coisas! Eu rio da minha piada, eu rio da minha ‘desgraça’. Eu acredito que seja esse o segredo, sorrir, saber curtir, ver o lado bom de tudo e gostar de tudo e de todos.

Eu gosto de escrever sobre o mundo, sobre as coisas do mundo, sobre momentos meus, sobre as pessoas e as não pessoas! Talvez seja porque eu AMO o mundo, mesmo com todos os seus defeitos, mesmo com todas as não pessoas, eu gosto de ser, estar e viver no meio dessa porra louca, no meio disso que a gente chama de vida. Por isso eu digo que eu vou viver como nos filmes alegrinhos que eu assisto. Vou amar cada vez mais essa vida porra louca do mundo louco em que nós estamos.

Por Rafaella, que mesmo depois desse texto ainda sabe que existem problemas nessa vida, e dedicado à Maria Tereza que por alguns motivos combina com tudo isso.

Um comentário:

maria tereza disse...

você lembro de mim *_*
isso é lindo
duhdushdushdushdushdus
te amo muito minha futuramelhortatibernardi ♥