quarta-feira, 15 de julho de 2009

John.gato.na.madruga

Eu to me apaixonando cada vez mais e ao mesmo tempo eu to perdendo a fé na humanidade. Nem preciso dizer porque. Eu tenho um monte de texto pra postar (pelo menos eu tinha no dia que eu escrevi esse), e muita história pra escrever. Eu tenho o meu ódio eterno por física, química e matemática. Ah! ‘É a treva’. Eu também tenho que admitir que além de fresno, abril, anberlin e outras musiquinhas emocore que eu escuto eu curto Beatles, Elis, Maria Rita, Marisa monte e Rita Lee. E agora, mais do que nunca em John Mayer, to apaixonada por ele, gato demaaais. To quase a Jennifer Aniston em tempos atrás, que por sinal tem o cabelo mais bonito que eu já vi, é o loiro mais natural e que por sinal é considerado um dos melhores cabelos do mundo. É agora só falta eu admitir também que eu pago um pau pra ela. Porque pro meu cabelo chegar perto de ser cabelo dela ou pra eu terminar, voltar, teminar e voltar com o John Mayer eu teria que nascer de novo e me surpreender muito, ou seja impossível. Mas eu to ouvindo a voz sexy do John Mayer e nossa, isso me da Ai! Calma Rafaella, calma. Ainda tenho 16, é muito homem lindo pra ver, muita voz sexy pra ouvir, muita coisa pra viver. Mesmo assim eu já me imagino futuramente morando sozinha numa cidade maior e menos intediante, dirigindo sozinha de madrugada, ouvindo Maria Rita, Marisa e ele, o meu John...
Um monte de coisas boas, ruins, legais e idiotas só me fazem pensar e olhar o vazio das ruas, o frio que o sereno sobre o carro faz, ah a madrugada! “Se eu quiser falar com Deus, tenho que ficar a sós...” Como cantou Elis e muitos outros verdadeiros artistas, pra falar com Deus, ou comigo mesma, tenho que estar sozinha. Não existe hora melhor para ser só do que a madrugada. Se o John Tavares Jobim de Ouro Preto Mayer sem a Aniston me encontrasse na madrugada fria o(s) ouvindo no meu futuro carro... Eu nasceria de novo, e aí sim eu me surpreenderia e não seria mais impossível ser igual a Jennifer Aniston, namoraria o Brad Pitt e ai sim pegava o John gato pra caralho Mayer. Mayer é um sobrenome sexy, e John um nome tão sexy quanto o sobrenome, e talvez por isso eu os tenha escrito tantas vezes . Vou tentar encontrar um John. Mas com calma, Calma Rafaella.

(Rafaella)

Um comentário:

Tatiana Duarte disse...

eu fuuui a primeira a leer. e pagueeeeeei muuuito pau. é liindo. *---*